Por que você se foi?

image

Você sumiu. Não sei o porquê, mas sumiu. Um dia você tava aqui, jurando amores sem fim por mim, e no dia seguinte você não mais apareceu. Desapareceu. Evaporou. Simples assim. Sem motivos e sem explicações.

Eu te liguei e você não atendeu. Te mandei mensagem e você não respondeu. Fui na sua casa e sua mãe me disse que você não estava. Fui ao seu trabalho e seu chefe disse que você tinha saído pra almoçar. Penso então que foi uma infeliz coincidência, afinal, por que você me evitaria? Então, começo o ciclo de novo, com a certeza de que dessa vez terei sucesso e você vai dizer que foi apenas um mal entendido. Te ligo… Caixa postal. Mando mensagem e não recebo resposta. Vou ao seu trabalho e a secretária liga pra sua sala e diz que você está em reunião. Que homem atarefado, penso. Mas, depois de três dias de completo silêncio, não aguento mais. Vou a sua casa novamente e dessa vez sua mãe olha bem nos meus olhos, me abraça e me pede pra não voltar mais, diz que seria melhor assim. Saio dali desolada, sem entender nada, afinal, o que tinha acontecido?

Vou para casa e pego a nossa caixa de recordações, acho apenas um monte de cartas jurando amores eternos e fotos demonstrando o casal apaixonado e feliz que sempre resolvia todas as brigas na base da conversa e do amor. Então, penso que fiz algo errado, repasso as nossas últimas conversas mentalmente e não me lembro de ter dito nada que havia te magoado ou de uma discussão muito séria. Tento me lembrar se você iria fazer uma viagem de negócios ou ia precisar se afastar de mim por um tempo devido a algum conflito… Nada.

Tudo o que consigo me lembrar são das conversas sem fim, das brigas que sempre acabavam em beijos demorados, dos olhares que viravam sorrisos sem nem ao menos percebermos e das lutinhas que acabavam em muita cosquinha. Deve ter algo errado… TEM que ter algo errado! Penso e coloco esse pensamento na cabeça com a certeza de que ele está certo.

O tempo passa e você não aparece. Olho seu facebook e vejo que você continua indo para a nossa praia preferida e frequentando o bar que toca música ao vivo que eu te apresentei no nosso segundo encontro. Você continua indo ao mesmo restaurante às quintas feiras depois do trabalho e assistindo as mesmas séries que assistíamos aos sábados no netflix. A única diferença que percebo é que você está fazendo tudo isso com outra garota do seu lado…

Quem será ela? Será que ela tem um sorriso tão bonito quanto o que você dizia que eu tinha? E será que os olhos dela refletem tudo que ela está sentindo como os meus faziam? Será que ela também prefere o cabelo partido no meio? Será que ela também tem a incrível mania que você dizia me fazer especial de mexer no cabelo sempre que está nervosa?

Mas… Será que… Não, não pode ser. Será que você fez a nossa música parar de tocar no rádio? Será que você também a abraçou embaixo da chuva quando tudo o que ela queria era chorar? Será que você a beija na testa como fazia comigo? Será que… Será que você me esqueceu e a colocou no meu lugar? Mas, por que você faria isso?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s