#PeloRio: AquaRio + Mar

aq + mar.pngOi, galera! Hoje é dia de atualizar coluna esquecida do blog e, quem aí tava com saudade da #PeloRio? Pois, então, hoje ela tá muito especial, com dois lugares que tenho certeza que tem muita gente querendo conhecer. Vem comigo acompanhar como foi a minha experiência e saber algumas dicas preciosas.

DCIM102GOPROGOPR4428.

Começando pelo AquaRio, o maior e mais novo aquário da América Latina – tchan tchan ran tchan tchan -. Bom, o AquaRio é  bem recente por aqui. Ele se encontra lá no final do boulevard olímpico (lado oposto do museu do amanhã) e estava sendo muito aguardado por bastante gente. E, eu, como boa turista que sou, fui lá conferir pra trazer minhas impressões pra você.

O AquaRio é composta por um “passeio pelo oceano” nos levando a conhecer diversas espécies de animais marinhos. São vários aquários pequenos/médios, cada um com uma espécie de peixe, crustáceo, cobra, etc. e um gigante que é onde fica o famoso túnel onde todo mundo tira foto e você passa “pelo meio dos peixes e tubarões”.

DCIM102GOPROGOPR4387. Continuar lendo

#PeloRio – Casa dos Países

Oi, gente! Então, pra quem não sabe – acho que todos sabem, mas ok – tá rolando Olimpíadas aqui no Rio de Janeiro e, alguns países montaram suas “casas” para que todos pudessem conhecer um pouco mais da cultura de cada um deles. E, é claro, eu como boa turista que sou, fui lá conferir várias delas. Vem conferir o que eu achei de cada uma!

França

DCIM101GOPROGOPR2115.

Nem preciso dizer que comecei o meu tour pelo país que é meu xodó e que eu sou louca de vontade pra visitar, né? A Casa da França fica localizada em um amplo espaço e tinha tudo pra ser maravilhosa, porém, não foi bem aproveitada. Com muita mídia rodando, diversos food trucks e degustações de café e cerveja, a França deixou a desejar no ponto que deveria ser o mais importante: informação. Tirando as informações sobre intercâmbio, não há nada falando sobre a cultura, o turismo ou a gastronomia tão forte do país. Esperava mais, muito mais.

Hungria

DCIM101GOPROGOPR2137.

A Casa da Hungria foi o meu segundo destino, só fui porque vi que ficava ali perto da Casa da França e, olha, melhor decisão. Até agora, é a casa mais linda que eu fui, por dentro e por fora. Com um amplo espaço interativo, uma área verde, degustação de água – sim, é sério -, muitas informações culturais e um doce maravilhoso, a Hungria conquistou meu coração e com certeza merece a sua visita! Continuar lendo

Por onde estive: Orlando – Terceiro dia

SAM_0034

Olá, galera! Hoje é dia de falar de viagem, é dia de falar de Orlando, dia de falar Disney, dia de Magic Kingdom! ♥

Então, nosso terceiro dia de viagem, nós fomos ao Magic Kingdom, o parque do castelo da Cinderela. Bom, para chegar no parque você precisa pegar uma barca ou um trem, eu fui de barca e voltei de trem. A entrada do parque é representada pela linda main street, cheia de lojinhas onde você pode comprar blusas, casacos, pelúcias, etc. Lá você também pode pegar um botton, aqueles de “First Visit; Happy Birthday, etc.”, eu peguei o meu de primeira visita e prendi na minha mochila, mas infelizmente, ele caiu e sumiu. Aí o meu irmão me deu o dele haha. Enfim, no fim da Main Street, você pode ver o maravilhoso castelo da Cinderela, mas eu vou deixar pra falar mais dele no fim do post.

Antes de começar a falar das atrações do parque, eu queria dizer que o parque é dividido em diversas áreas, entre elas temos decorações que vão desde os piratas do caribe, passando por enrolados (♥), até uma parte “futurística”, que é onde tem shows as vezes. Ah, pra quem não sabe, você pode baixar o aplicativo da Disney que te mostra a duração das filas dos brinquedos e também onde estão os personagens. No dia que eu fui, eu vi o Peter Pan, Tico e Teco e o Woody e a Jessie, mas você pode ver muuuuitos outros.

montanha russa magic kingdom2

 

Agora, vamos falar de coisa boa, vamos falar de montanha russa! O Magic Kingdom não é famoso pelas montanhas russas, mas há algumas que dá até pra se divertir, são elas: Seven Dwares, Big Thunder Mountain, Splash Mountain e Space Mountain. A Seven Dwares é a nova montanha russa do magic kingdom, é temática dos sete anões, própria para crianças ou pessoas que não gostam de nada que fique virando de cabeça pra baixo. Bem simples, mas divertida. A Big Thunder também é bem legal e tem umas descidas maneiras, sem loopings nem parafusos, a única coisa ruim é que ela fica tremendo o tempo todo. A Splash Mountain tem uma queda enorme, mas demora oito minutos pra chegar na queda e você nem se molha tanto quanto parece, mas dá pra ter aquele friozinho gostoso na barriga. E, por fim, a Space Mountain, a minha preferida do parque. É tudo escuro por dentro da montanha russa, só com umas luzes piscando e, se eu não me engano, tem apenas um parafuso ou um looping, mas é bem tranquila.
Continuar lendo

Por onde estive: Orlando – Primeiro e segundo dias

20150804173949Oi, genteee! Hoje eu vim aqui começar a contar pra vocês um pouco sobre a minha viagem para Orlando que tanta gente tá pedindo pra eu falar. Bom, pra começar, essa daí da foto sou eu, mega feliz e ansiosa pra partir, com a minha mala que tinha outra mala dentro (dica preciosa haha). Esse foi meu presente de 15 anos, eu fui pela agência de viagens New It junto com meu irmão. Meu voo partiu 8:40 da manhã daqui do Rio em direção a Colômbia (fui pela Avianca) onde peguei outro avião com destino a Miami. Cheguei em Miami 20h (horário local de lá, uma hora a menos que no Rio) e de lá fomos de ônibus para Orlando.

DSC_0013

eu e meu irmão com muuuito sono

DSC_0016

café da manhã no avião

Paramos em um plaza pra “jantar” (vulgo comer um hambúrguer no Wendy’s) e, depois disso, eu dormi. Eu estava dormindo apagada no ônibus antes de chegar no hotel quando o motorista resolveu acender todas as luzes e botar música bem alta, avisando que estávamos chegando e, sabem qual foi a primeira coisa que eu vi quando abri os olhos? Aquela placa enorme escrito: Walt Disney World – Where dreams come true o que me fez acordar na mesma hora e começar a gritar, quase chorar, enquanto meu irmão estava tipo: são duas da manhã, como uma placa conseguiu acordar todo mundo? Bem, passado isso, finalmente chegamos ao Disney All Star Movie’s Resort, que foi o hotel que eu fiquei (tinha uma pulseira que abria a porta kk). Mesmo exausta, fui andar pela parte do hotel que eu fiquei que foi a do Toy Story (meu irmão adora) e era supeeer fofa ♥

DSC_0049DSC_0054

Segundo dia

A qualidade do cel do meu irmão é muito boa, socorro

Acordar e olhar pra isso aí me fez ter a certeza de que eu estava em Orlando e quase chorar de felicidade hahaha Bom, no primeiro dia, eu não fui pra parque nenhum. Tomamos café da manhã no hotel mesmo (tem uma caneca que você ganha no hotel que você pode beber o que quiser, qualquer hora com ela) e fomos direto pra o nosso primeiro dia de compras. Nosso primeiro destino foi a Perfumeland que fica em um lugar que tem umas 4 lojinhas uma do lado da outra e um restaurante brasileiro, o Vittorio’s.

DSC_0062

Foto com a caneca na “praça de alimentação” de dentro do hotel

Pra quem quer comprar iPhone, a Perfumeland é o melhor lugar, lá custa 700 dólares e vem com película e capinha já, o 6 Plus, eu não comprei, mas tiveram váaarias pessoas que compraram. O único eletrônico que eu comprei lá (rachado com meu irmão) tirando a minha câmera, foi a GoPro Hero 4, tava custando 400 dólares na Perfumeland e já vinha com pau de selfie, cartão de memória e um monte de paradinhas que eu não sei usar.  Lá também vende outros eletrônicos bem baratos e óculos de marca, tipo Rayban, mas na minha opinião tava muito caro. Então, eu comprei dois óculos da vans mesmo: um preto espelhado (10 dólares) e outro preto também que dá pra dobrar tanto que cabe no seu bolso (15 doláres). Tem uma lojinha do lado que vende uns tênis e umas mochilas bem baratos, mas o que eu comprei lá foram 3 bottons (que eu perdi 2 😥 ), um chaveiro e um imã.

Depois de almoçar no Vittorio’s, fomos para o Best Buy que é uma loja enoooooorme de eletrônicos e foi onde eu comprei a minha câmera e onde um monte de gente comprou carregador portátil, mas eu me recusei, seria muito vício pra mim. E, nossa última parada do dia, antes de voltar para o hotel foi: Walmart! Sim, é muito grande. Sim, vende de tudo lá dentro. Eu e meu irmão compramos muita água (Orlando é quente demais, gente), gatorade, doces e biscoitos. Foi também onde eu comprei uma blusa que têm uma Minnie em Paris (muito amor ♥) e meu irmão comprou quase todas as meias do Walmart. De lá, voltamos para o hotel, onde jantamos e fomos dormir cedo para o primeiro dia de parque, mas isso já é assunto para um outro post haaha

DSC_0070DSC_0076DSC_0073

Enfim, galera, espero que tenham gostado do post porque eu amei, me diverti bastante escrevendo e recordando o início da viagem. Em breve, tem post novo falando sobre o Magic Kingdom que foi o primeiro parque eu eu fui.

Um beijão,

Vanessa.

#PeloRio: Museu Casa do Pontal

banner-rj-006Oi, gente!

Então, lembram da coluna ‘Por onde estive’? Essa vai ser meio que uma sub categoria dessa coluna! Bom, para quem não sabe ainda, eu moro no Rio de Janeiro (no Estado do Rio, mas deixa pra lá), acho difícil vocês não saberem isso porque tá escrito na minha bio, maaaas o que vocês não sabem (eu acho) é que eu estudo no Cefet/Rj (tá, Vanessa, e daí?) e faço curso técnico de Guia de Turismo Regional lá (depois eu e Gabi contamos um pouco mais sobre o curso) e, consequentemente, tenho que fazer muitas visitas técnicas no Rio de Janeiro. Logo, resolvi que poderia ser uma boa ideia criar uma categoria no blog pra mostrar o quanto o Rio é incrível, dar dicas de lugares para visitar e, provar como o Rio é muuito mais do que praias! Então, bora começar explorando o Rio por um destino que eu adorei: Museu Casa do Pontal. Continuar lendo

[Por onde estive]Arraial do Cabo

DSC06100

Oi, gente! Hoje eu vim aqui contar pra vocês um pouco sobre como foi a minha última viagem que teve como destino: Arraial do Cabo. Para quem não sabe, Arraial do Cabo fica no Rio de Janeiro, mais precisamente na Região dos Lagos. Enfim, passei 5 dias lá e aconteceu coisas bem legais nesse tempo. Querem saber? Então, confere aí: Continuar lendo

[Por onde estive]Quinta da Boa Vista

10841186_672502986196309_1978110130_nOi, gente! Quanto tempo que eu não escrevo nessa coluna hein! Bem, isso se deve a dois motivos: não tenho saído muito e esse tipo de post da muito trabalho, risos.
Bom, mas vamos ao que interessa. No último domingo eu fui a um pic nic na Quinta da Boa Vista(que fica no Rio de Janeiro). Pra quem não conhece, lá tem quadra, um gramado gigante, pedalinho, um lago lindo, zoológico, dá pra alugar bicicleta, etc. E, claro, com todos esses lugares legais, deu pra tirar umas fotos lindas e eu resolvi compartilhar com vocês, então, vamos lá!

Quinta1

Bom, para quem ainda não sabe, eu adoro praticar esportes! E, em um lugar como esse com tanto espaço, é claro que eu tinha que fazer algo além de ficar sentada relaxando. As duas fotos acima resumem o que eu fiquei fazendo durante o dia, sim, eu andei de skate praticamente o dia inteiro(sem essa de que garota não anda de skate), e foi muito divertido, por mais que eu ainda precise de muuuuita prática, risos.

Quinta2

Essa vai para a série de fotos: “Vanessa parecendo que tem 8 anos”, risos. Mas sério, muuuito tempo que eu não andava de patinete, é tão divertido gente! Adorei andar de novo, acho que dá pra ver a minha felicidade pelas fotos né?! E, além do mais, quem não gosta de ser criança de vez em quando, né?

Quinta3Esse daí é o lago que eu falei pra vocês que é lindo! Aliás, acho que nessa foto da pra perceber o quanto todo o lugar é lindo, né? Ah, eu adoro tirar fotos de costas, ainda mais quando a paisagem colabora.

Quinta4

Na primeira foto é minha amiga e na segunda é minha mãe

E, claro, uma coisa que eu acho que todo mundo sabe é: não importa qual seja o lugar, se você estiver em boa companhia, ele será o melhor lugar do mundo, sempre. Tinha bem mais gente, porém, essas foram as duas fotos que eu mais gostei.

1620479_829541690438785_6926278716114378220_nEntão, gente, espero que tenham gostado do post e das fotos! Para os cariocas que ainda não conhecem o lugar, vale a pena a visita. E, para quem pretende vir ao Rio, acho que esse lugar merece um pouco do tempo de vocês!

Beijos e até a próxima! Ah, não se esqueçam de comentar o que acharam!

Post por: Vanessa Oliveira

Por Onde Estive: Espírito Santo

20140109_054043

Oi, gente! Como vocês estão? Bom, hoje eu vou contar para vocês um pouco de como foi a minha viagem para Espírito Santo. Bom, para começar, eu não queria muito ir, eu meio que fui arrastada para lá pelo meu pai e pela minha vó, mas tudo bem. Não foi a viagem mais legal que eu já fiz, mas também não foi tão chata quanto eu imaginei. A imagem de cima define exatamente o que é sair com minha vó, ou seja, estar na estrada às cinco horas da manhã, maravilha né? Não? Ok. Bem, eu fui para um lugar que vocês provavelmente não conhecem chamado ‘Itaoca’, e sim, é o FIM DO MUNDO, e eu não estou exagerando. É um desses lugares que você sai às onze horas da noite e não tem ninguém na rua, risos. Continuar lendo

Por Onde Estive: Ilha Grande

Boa Noite! Hoje, estarei estreiando uma nova coluna no blog chamada ‘Por Onde Estive’, nela estarei postando algumas fotos de minhas viagens e um pouco sobre o lugar, espero que gostem.

DSC04515

Bom, semana retrasada, no feriado do dia quinze de novembro, proclamação da república, eu estive em Ilha Grande e fiquei lá até o dia dezessete de novembro. Alguém aí já visitou Ilha Grande? Se não, deviam. Acredito eu que, o único ponto ruim de Ilha Grande é que só existe um modo de se chegar lá, ou seja, pelo mar. E, infelizmente, não tivemos sorte na nossa travessia, o mar estava muito agitado, as ondas estavam muito altas, entravam no barco toda hora, ou seja, foi horrível. Porém, quando se chega lá, você vê que vale a pena, é realmente lindo e assim que eu cheguei lá vi o famoso ‘Bico do Papagaio’, que é uma rocha que tem o formato de um bico, a vista é realmente encantadora, quer dizer, não para minha mãe que passou mal a viagem inteira de barco, risos.

No primeiro dia, visitamos o chamado ‘poção’, que por acaso possui uma água muito gelada, e fizemos o ‘ Circuito Abraão’, que passa pelo ex-presídio que ali existia, que é algo absurdo, as pessoas viviam piores que animais, ficavam em quadradinhos realmente muito pequenos, inacreditável! Ah, para os amantes de ‘Nutella’ como eu, lá é um paraíso, tem pizza de Nutella, crepe de Nutella, doce de Nutella, é realmente de dar água na boca, e o crepe que eu comi estava uma delícia!

DSC04480

No segundo dia, que foi o dia que mais aproveitamos, estava muito sol e decidimos fazer a trilha para ‘Lopes Mendes’, que é uma das prais mais famosas de lá. São cerca de sete quilômetros de caminhada pesada, com várias subidas e descidas, pedras e outras coisas. Até chegar lá você passa por outras três praias, Palmas, Pouso e Mangues, na minha opinião, a praia de Palmas é a mais bonita, limpinha, água verde, muito boa. Pouso é legal, e é a única que tem restaurante e Mangues não tem nada demais, mas é bonita também. Então, depois de você andar muito você chega em Lopes Mendes, que na minha opinião, me decepcionou, e acredito eu, que decepciona todos os cariocas que andam até lá, não que a praia não seja bonita, mas é muito parecida com as praias do Rio, areia branca, água azul e várias pessoas vendendo salgados e outros. Não ficamos nem meia hora lá, voltamos para Pouso para almoçar e depois pegamos um ‘taxi boat’ em Mangues para voltar para Abraão, que era o lugar que estávamos. Chegamos em Abraão eram umas três horas da tarde e ficamos na praia que tem em frente a pousada mesmo, olhando os iatês, que têm em montes lá, e eu fui tentar andar de ‘slack line’, já ouviram falar disso? É uma cordinha que fica suspensa, presa em árvores no caso de Ilha Grande, e você tenta atravessar ela, ou para alguns que já estão mais acostumados com aquilo, fazer mortal, pular e o que der pra fazer. Bem, eu confesso a vocês que nunca tinha andado no tal slack line, resultado? Eu fui um desaste! Caía toda hora, não dava nem dois passos e já caía, mas de qualquer modo, é bem divertido.

DSC04547

No terceiro dia, fomos embora bem cedo, o tempo não estava muito bom, estava ventando bastante e chovendo, ou seja, todos queria ir embora, já que a unica coisa que se tem pra fazer lá é ir pra praia ou fazer trilha. Voltamos de ‘fast boat’, que por sinal foi muito melhor que escuna, é bem mais rápido e confortável, além do fato de o cais de Ilha Grande ser muito mais organizado que o do Rio. Enfim, na minha opinião a viagem vale muito a pena e para quem quer treinar outro idioma, lá é o lugar certo, tem gente falando todas as línguas que você imagina! A ilha é realmente muito grande e em um fim de semana não dá para conhecer tudo, a não ser que você faça um passeio de barco que roda a ilha inteira. Para quem não conhecia, está aí um pequeno resumo de como é lá e para os aventureiros, existem muitos lugares para acampar lá, é um lugar realmente agradável para ir com grupos. Espero que tenham gostado, beijos.