[Resenha] Lucíola

luciolaLivro: Lucíola
Autor: José de Alencar
Número de Páginas: 120
Editora: Martin Claret

Sinopse: Independente e altiva, Lúcia, a mais rica cortesã do Rio de Janeiro, não se deixava prender a nenhum homem. Até conhecer Paulo. A partir daí, ela se vê totalmente entregue; tudo o que quer é permanecer junto dele. Esse romance passa a ser o assunto mais comentado na Corte. Os comentários chegam aos ouvidos de Paulo e o incomodam profundamente. Valeria a pena romper seu relacionamento só para manter a boa imagem diante das pessoas?

Em Lucíola somos apresentados a Lúcia, a mais rica cortesão do Rio de Janeiro. Ela está sempre bem vestida e tem todos os homens aos seus pés, porém, nunca se apaixonou por nenhum deles.

Paulo acaba de chegar ao Rio e, convidado por seu amigo Sá, ele decide ir a uma festa na Glória e é lá que ele conhece Lúcia. Assim que bate o olho nela, ele fica totalmente encantado com sua beleza e está disposto a tudo para conhece-la. Porém, ele logo descobre que Lúcia não é só aquele rostinho bonito. Ela guarda um segredo – não tão secreto assim -, ela é uma meretriz. E, esse segredo, pode custar qualquer relacionamento que Paulo queira ter com ela.

“Sabes que terrível coisa é uma cortesã, quando lhe vem o capricho de apaixonar-se por um homem! Agarra-se a ele como os vermes, que roem o corpo dos pássaros, e não os deixam nem mesmo depois de mortos. Como não tem amor, e não pode ter, como a sua inclinação é apenas uma paixão de cabeça e uma excitação dos sentidos, orgulho de anjo decaído mesclado de sensualidade brutal, não se importa de humilhar seu amante. Ao contrário sente um prazer novo, obrigando-o a sacrificar-lhe a honra, a dignidade, o sossego, bens que ela não possui.”

A história de Paulo e Lucíola é contada por Paulo através de cartas, onde vemos tudo que aconteceu desde aquela festa na Glória. Mais do que um romance, Lucíola também fala sobre o grande preconceito existente na sociedade da época que atrapalha até mesmo o romance dos dois.

“Pouco lhe importando saber donde vinha e para onde ia esse companheiro de viagem, unira-se a ele para amenizar, durante o tempo que seguissem o mesmo rumo, os incidentes do caminho e a solidão do pouso.”

Ao longo do livro, vemos Paulo e Lúcia passarem por diversas crises. Paulo enfrenta o dilema de ficar ou não com ela, pois, apesar de amá-la, a vergonha que ele sentia por ser visto com ela ainda era enorme. Enquanto isso, Lúcia se declara de amores para ele e vê no relacionamento deles a saída para sua atual condição, e também enfrenta alguns outros dilemas.

Lucíola é um livro excelente onde José de Alencar mais uma vez nos mostra toda a sua capacidade de prender qualquer leitor, independente da idade que tenha. O livro traz um final que irá surpreender a todos – sério, ainda não acredito – e, sem dúvidas, vale a sua leitura. Recomendo a todos que desejam ter uma boa leitura. Beijos.

“Eu te amei desde o momento em que te vi! Eu te amei por séculos nestes poucos dias que passamos juntos na terra. Agora que a minha vida se conta por instantes, amo-te em cada momento por uma existência inteira. Amo-te ao mesmo tempo com todas as afeições que se pode ter neste momento. Vou te amar enfim por toda a eternidade.”

Resenha por: Vanessa Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s