Cadeados do Amor

normal_Love-locks_on_Arts_brige_in_Paris_-_03Hoje eu vim trazer uma curiosidade pra vocês que talvez vocês conheçam e talvez não: cadeados do amor. A história dos cadeados é muito antiga, porém, tornou-se famosa mundialmente graças aos dois romances de Federico Moccia – Tre Metri sopra il Cielo (Três Metros Acima do Céu) e Ho Voglia di Te (Quero-te Muito).

Esses cadeados são, geralmente, colocados em uma ponte por namorados ou até mesmo amigos, eles colocam suas iniciais ou escrevem algo (uma citação, um recado, etc.), prendem nas estruturas da ponte e tacam a chave fora no rio, esse é o símbolo de seu amor eterno.

Há vários lugares espalhados pelo mundo em que as pessoas praticam essa tradição, entre eles, podemos citar: Seul –  Coreia do Sul (lá eles são pendurados em árvores); Roma – Itália; Varsóvia – Polônia (foi construía uma ponte especialmente para os cadeados serem pendurados); Moscou – Rússia (são pendurados em uma árvore de metal), etc.

Esse ano, os cadeados estavam sendo tirados de uma ponto em Paris: a Pont des Arts. Essa ponte era um dos locais mais famosos para os cadeados serem colocados, muitas pessoas a visitavam apenas para os colocarem, porém, o peso dos cadeados estava ameaçando a estrutura da ponte.

Recentemente, essa mania dos cadeados também tem chegado aqui no Brasil. Em São Paulo, na Avenida Paulista, já podemos ver os cadeados começando a tomar espaço. Já pensou se essa moda pega aqui no Rio também? O que vocês acham da ideia? Eu particularmente adoraria ver esses cadeados por aí ♥

Escrito por: Vanessa Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s